A lágrima ácida é um desafio comum enfrentado por muitos tutores de pets, manifestando-se através de manchas marrom-avermelhadas sob os olhos de cães de várias raças. 

Este fenômeno, além de afetar a estética, pode sinalizar questões de saúde subjacentes que requerem atenção. Entender suas causas, prevenções e tratamentos é essencial para o bem-estar dos nossos companheiros caninos.

O que é a lágrima ácida?

Lágrima ácida é o nome popular que usamos para nos referirmos às manchas que os pets possuem nos pelos. O termo utilizado na Medicina Veterinária é epífora e se refere a uma substância clara e líquida que escorre em excesso dos olhos do pet.

Apesar do nome popular, a lágrima em si não é realmente ácida. Ela é apenas um líquido lacrimal que pode causar irritação e inflamação cutânea.

Quando temos o acúmulo de umidade, a região dos olhos do pet fica com essa coloração marrom-avermelhada. A mancha aparece especialmente em animaizinhos com pelo branco por conta de um pigmento muito comum das lágrimas chamado porfirina.

A produção de lágrimas é algo normal e importante para manter os olhos do seu peludo sempre lubrificados. Como um sistema de defesa, elas também ficam armazenadas nos canais lacrimais no cantinho dos olhos dos cães. Quando o pet tem contato com poeira, pólen ou outras substâncias irritantes, essas lágrimas acumuladas ajudam a eliminá-las dos olhinhos.

Os tutores precisam ficar atentos e buscar apoio veterinário se essa lágrima tiver coloração amarelo-esverdeado, especialmente se o peludo estiver com os olhos semicerrados, porque isso pode indicar uma lesão ocular.

O que causa a lágrima ácida?

​​Estudos indicam que a lágrima ácida pode ser resultado de diversos fatores, incluindo genética, problemas de saúde e até mesmo o tipo de dieta. 

Uma pesquisa publicada no Journal of Veterinary Science sugere que alterações nas vias lacrimais ou em sua produção podem levar ao aparecimento dessas manchas. Outros estudos apontam para a importância de verificar a presença de alergias alimentares ou ambientais, que podem exacerbar o problema.

Segundo a nossa super parceira médica veterinária Lunara Biavatti, podem ser causas da lágrima ácida:

  • Problemas nas pálpebras e cílios que causam irritação e inflamação nos olhos, levando ao aumento de lacrimejamento; ⁣
  • Obstrução do ducto lacrimal – ocorre reação com oxigênio e microbiota da pele;⁣
  • Hipersensibilidade alimentar;⁣
  • Alimentos com caráter alergênico e inflamatórios;⁣
  • Carnes de frango, de peru e vísceras (grande quantidade de ferro) têm sido relacionadas com aparecimento de manchas em animais predispostos.

Quais raças de cães têm predisposição para ter lágrima ácida

A lágrima ácida é particularmente prevalente em raças de cães com faces achatadas (braquicefálicas) ou com olhos proeminentes, como Shih Tzu, Maltês, Poodle, Bichon Frisé, Bulldog Inglês, Bulldog Francês, Pequinês, Cocker Spaniel, Lhasa Apso, Chihuahua e Pug.

Essas raças tendem a ter estruturas faciais que podem contribuir para problemas de drenagem lacrimal adequada, tornando-os mais suscetíveis a esta condição. Entender as predisposições genéticas pode ajudar os tutores a adotar medidas preventivas e buscar aconselhamento veterinário específico para cada raça.

Como prevenir a lágrima ácida

Para minimizar o risco e prevenir a lágrima ácida, especialistas recomendam:

  • Manutenção de uma dieta balanceada:
  • Optar por alimentos de alta qualidade, preferencialmente sob orientação de um veterinário nutricionista, pode ajudar a reduzir as chances de alergias alimentares;
  • Higiene regular: fazer limpezas frequentes na área dos olhos com produtos específicos podem prevenir o acúmulo de secreções que favorecem as manchas;
  • Cuidados veterinários regulares: consultas periódicas permitem identificar e tratar precocemente qualquer condição que possa estar contribuindo para o problema, em especial consultas com um veterinário oftalmologista para descartar alterações oculares;
  • Uso de probióticos regularmente, super alimentos e fitoterápicos.⁣

Como tratar a lágrima ácida

O tratamento da lágrima ácida deve ser direcionado à causa subjacente. Em alguns casos, pode ser recomendado o uso de colírios ou antibióticos, enquanto em outros ajustes na dieta ou tratamento de alergias se fazem necessários.

As alergias não têm cura e devem ser tratadas a longo prazo. A dermatite canina pode ser sazonal ou durante todo o ano, podendo ser tratada com medicamentos para alergia, desde anti-histamínicos até aqueles prescritos por Médicos Veterinários, como Apoquel ou Cytopoint.

Apesar do pet continuar produzindo lágrimas em excesso, o objetivo é evitar que a umidade da pele provoque o aparecimento de fungos, bactérias e infecções secundárias da pele.

Um estudo recente destacou a eficácia de suplementos contendo certos ácidos graxos na melhoria dos sintomas em cães afetados.

Importância da alimentação adequada

Adicionar certos alimentos à dieta do seu cão pode ajudar a combater a lágrima ácida, graças aos seus benefícios para a saúde geral e especificamente para os olhos. Alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3, como peixes de águas frias, podem reduzir a inflamação e melhorar a condição dos olhos. 

Além disso, frutas e vegetais ricos em antioxidantes, como mirtilos e abóbora, podem fortalecer o sistema imunológico e ajudar na prevenção das manchas causadas pela lágrima ácida. Incluir esses alimentos, sempre com aprovação veterinária, pode ser uma estratégia valiosa.

A alimentação natural também pode oferecer benefícios gerais à saúde do pet, incluindo melhoria da qualidade do pelo e da pele, o que indiretamente pode impactar condições associadas à saúde ocular.

Apesar de ainda não existirem estudos acadêmicos conclusivos, é comum entre nossos assinantes encontrarmos casos de sucesso poucos meses após a mudança de dieta, adotando a alimentação natural como única fonte de nutrição. É o caso da Pepper e do Salt, abaixo:

Pepper após alimentação natural e tratamento dermatológico
Mais uma foto de antes e depois da Pepper após alimentação natural e tratamento dermatológico
Salt após alimentação natural e tratamento dermatológico

Dietas balanceadas para uma saúde plena e feliz do seu pet

A lágrima ácida não é apenas uma questão estética, mas também um indicativo de bem-estar animal. Uma abordagem multifatorial, que inclui cuidados veterinários, higiene adequada e atenção à dieta é essencial para garantir que seu pet mantenha não apenas a beleza, mas também a saúde dos olhos. 

Como tutores, nossa missão é proporcionar uma vida plena e feliz para nossos companheiros caninos, atentando para cada detalhe de seu bem-estar. E você pode começar isso hoje mesmo, passando a oferecer alimentação natural para seu pet, que tal?

Não sabe como começar? A gente te ajuda! Aqui na Mascote Fit, nós preparamos a alimentação natural de cada pet seguindo as recomendações dos Médicos Veterinários especialistas em nutrição.

Após cozinhar tudo no vapor para não perder os nutrientes dos alimentos, nós congelamos cada pacotinho com a porção diária de saúde e felicidade que seu amigo de quatro patas precisa. Ah, e o mais legal: a gente já coloca toda a suplementação necessária para seu cachorrinho.

Assim, basta descongelar e servir a comidinha para seu peludo. Fazemos isso para facilitar a sua rotina e, principalmente, para garantir que você consiga oferecer uma dieta 100% balanceada com tudo o que seu pet precisa, aproveitando todos os benefícios da alimentação natural para pets.

Mude já a dieta do seu pet! Use nossa calculadora de alimentação natural para receber um orçamento personalizado da AN que seu animalzinho de estimação precisa.

WhatsApp chat