fbpx

Você já parou pra pensar qual a água ideal para servir pro seu cachorro?

Assim como a comida, a qualidade da água que o seu pet ingere faz uma diferença enorme na saúde dele, principalmente a longo prazo.

Servir a água da torneira para os nossos amiguinhos pets é uma decisão super comum e, em tempos e condições de saneamento normais, considerada de baixo risco. Eu mesmo tomo frequentemente a famosa água torneiral.⠀

Porém, servir água da torneira pode não ser a melhor decisão em locais com saneamento precário, sobrecarregado ou em centros urbanos como Curitiba, onde atualmente estamos passando por uma estiagem histórica, que tem criado uma situação ímpar de rodízio de água.

De modo geral, para ser considerada potável, a água deve ser insípida, incolor e inodora. Para alcançar este nível de qualidade, as companhias de saneamento desenvolveram diversas etapas de tratamento, e mantém um controle rigoroso por meio de testes.

Porém, o maior perigo ocorre após o tratamento da companhia de saneamento. Para chegar até as nossas casas, a água passa por uma rede de distribuição e durante o percurso, fica sujeita a contaminação por microorganismos.

Para situações como o atual rodízio de água, onde tubulação e as caixas d’água vazias dia sim, dia não, nossa recomendação para o seu pet é uma só: sirva água filtrada!

Os filtros ou purificadores retêm micro-organismos, sujeira e o excesso de cloro e outros minerais presentes na água da torneira, garantindo um nível de segurança a mais na hora do seu pet matar a sede e babar pela casa inteira.⠀

Olha, olha olha, e a água mineral?⠀⠀

De forma geral, esse tipo de água não é prejudicial à saúde de cães e gatos. Porém, no longo prazo, o magnésio e outros minerais presentes na água podem ter influencia na formação de cálculos no trato urinário, em especial em felinos. 🐱⠀

Lembre sempre de trocar a água do seu pet! O ideal é que essa troca ocorra de 2 a 3 vezes por dia, ou ainda mais frequentemente em dias quentes.⠀

Gostou deste post? Deixe um comentário pra nós!

Sobre a autor

Bruno Watanabe

CEO (Cachorreiro empreendedor oficial) e Sócio Fundador da Mascote Fit, gosta de cachorro desde dos 6 anos, quanto ganhou o Rufio de natal.

Atualmente é dono da Pug Laila, que não faz truques por amor, só por comida.

WhatsApp chat