Cachorro pode comer sal? Sal faz mal para cachorro?

Vamos dar uma olhada em uma das nossas receitas de alimentação natural para cachorros adultos: Arroz, Frango, Abobrinha, Moranga, Fígado de frango, Moela, Farelo de aveia, Couve-Manteiga, Óleo de girassol, Food Dog Adulto, Azeite de Oliva, Salsinha e Sal (rosa do Himalaia). 

Mas peraí… sal? Cachorros podem comer sal?

A resposta é sim, porém em quantidades bem pequenas! 

O sal é composto basicamente por sódio e cloro, dois elementos que são importantes na nutrição pet nas quantidades adequadas. 

Nas nossas receitas, usamos apenas 1g de sal por kg de alimento. Nesta quantidade, o sal não é prejudicial à saúde dos cães e ajuda a manter funções celulares como equilíbrio de fluidos, equilíbrio ácido-básico e transmissão de sinais nervosos.

O cloro que está presente na molécula de sal também é importante para que o estômago do seu cachorro produza ácido hidroclorídrico, que ajuda a sua digestão.

Dar o sal puro para o seu cachorro é uma péssima ideia. 

Os cachorros ficam desidratados rapidamente se consumirem grandes quantidades de sal ou alimentos ricos em sódio.

Caso o seu pet coma uma quantidade grande de sal em um curto período de tempo, sem água disponível, ele corre o risco de envenenamento por sal.

Segundo o pessoal da Healthy Paws, mais de 1,5 gramas de sal por kilo do pet pode ser fatal. 

Sintomas para ficar de olho caso o seu pet tenha comido sal

  • Vômitos
  • Diarréia
  • Febre
  • Depressão
  • Ataques epiléticos ou tremores

Devo dar ao meu cachorro uma dieta com baixo teor de sal?

É possível que cães com certas condições de saúde como doenças renais, hepáticas e cardíacas precisem de uma dieta com teor de sódio menor do que um pet saudável. 

Se o seu cão se encaixa neste perfil, vale a pena conversar com um especialista para que a quantidade de sal da receita dele esteja adequada!

Mas de forma geral, o sal não é ruim para todos os cães, trata-se de moderação.

Certifique-se de deixar bastante água potável disponível e evite servir ao seu cão alimentos salgados, como batatas fritas e biscoitos salgados.

E o Iodo? 

O sal de cozinha comum é enriquecido com Iodo no Brasil desde 1953 e, a partir de 1974, se tornou obrigatória a iodação de todo o sal destinado ao consumo humano e animal (Lei 6.150/74). 

Isso ocorreu com o intuito de evitar uma doença chamada bócio na população. E ah! E como você deve ter adivinhado, o iodo também é importante para cães.

Nas nossas receitas, usamos o sal rosa do Himalaia, que possui uma quantidade de Iodo menor que o sal de cozinha comum, porém nas nossas formulações, eles elemento já está presente na suplementação feita com food dog.

Mas pera…Cachorro pode comer sal rosa do himalaia?

O sal rosa do Himalaia é colhido em uma mina no Paquistão formada há milhões de anos a partir da evaporação de antigos corpos d’água.

Este sal é extraído à mão e minimamente processado para produzir um produto livre de aditivos e considerado muito mais natural do que o sal de cozinha comum.

Sua cor é rosada pois este tipo de sal contém mais minerais (até 84 tipos de minerais!) em sua composição. O rosa é justamente causado pela presença de ferro!

Por isso, o sal rosa  é recomendado sim para cachorros de todos os portes (mantendo a mesma orientação acerca das quantidades).

Quer saber mais sobre alimentos seguros ou perigosos para cachorros? Confira nosso guia completo para obter mais informações sobre o que os cães podem e não podem comer!

Sobre a autor

Bruno Watanabe

CEO (Cachorreiro empreendedor oficial) e Sócio Fundador da Mascote Fit, gosta de cachorro desde dos 6 anos, quanto ganhou o Rufio de natal.

Atualmente é dono da Pug Laila, que não faz truques por amor, só por comida.